RESENHA: UM CORPO NA BIBLIOTECA (AGATHA CHRISTIE)

AE!
Essa resenha tá bem atrasadinha aqui no blog, né?
Masss, antes tarde do que nunca! 
Um corpo na biblioteca (Agatha Christie)
Sinopse (bem) rapidinha: Esse é mais um livro da Agatha Christie com sua detetive amadora Miss Marple. Nessa história um corpo de uma bela jovem completamente desconhecida é encontrado enforcado na biblioteca dos Bantry, amigos íntimos de Miss Marple. A fim de entender o crime e não deixar a culpa cair em seus amigos ela e a curiosa Sra. Bantry começam a investigar o caso.
NOTA: 3   
             
PONTOS FORTES: Resenhar livros policiais é sempre complicado, preciso falar, mas não posso falar, rsrs. Mas enfim, o livro é um clássico investigativo, simples, curto e rápido de ler. Acho que para quem não tem o hábito é um bom livro para se começar. É uma trama simples e leve!
PONTOS FRACOS: Já tinha comentado aqui que eu não gostava tanto de Agatha Christie como gosto de Sir Conan Doyle, né? E até que eu tinha pagado a língua com ‘O caso dos dez negrinhos’, mas esse livro me trouxe esse sentimento mais uma vez… Achei a história muito fraca! O mistério totalmente sem graça e sem surpresas, por isso disse que é um bom livro para quem não está acostumado com o gênero, porque quem curte e já lê muito policial, acredito que vai se decepcionar!
Dou destaque na minha crítica para Miss Marple! Foi a primeira história que li com ela, mas não gostei da personagem! Ela simplesmente sabe de tudo sem nenhum esforço, sabe porque compara com outras situações já vividas (normalmente que envolvem fofoca e vida alheia) e consegue solucionar tudo! Não é um Sherlock Holmes, entende? Que é um cara genial, que estuda, tem um método e tals… Achei forçado demais, ela sabe de tudo desde que bate o olho na vítima e mal se envolve na história… hein?
O QUE MAIS GOSTEI: No geral achei um livro bem pobre. Gostei da Sra. Bantry, achei ela engraçada e o alívio do livro. Os detetives são sem graça e previsíveis, o resto dos personagens também… Então não tem muito o que dizer!
O QUE MAIS: Fiquei meio decepcionada e com gosto amargo com a autora, mas acho que mais pra frente darei novas chances! Haha.
A edição é um problema a parte para falar… Cheguei até a mandar um tweet para a Editora Nova Fronteira, essa edição está péssima! Cheia de erros de digitação, cheia MESMO! Do meio para o fim cheguei até a marcar os erros e anotar as páginas, foram mais de dez! Pode parecer bobeira, mas acho que editoração é coisa séria e o produto não é barato! Os erros são reflexo de um trabalho desleixado e ninguém tem que pagar para ver isso (ah, eles nem me responderam, viu?).
No restante a edição é ótima! Dá até dó, pois a capa é bonita, a apresentação geral é boa, diagramação, letra, tudo ótimo! Ah, todos os livros dessa coleção são capa dura!
TÉCNICOS: Um corpo na biblioteca
Agatha Christie
Editora Nova Fronteira

Média de preço: R$16 (online) R$35 (livrarias)
Então é isso, gente! Deixem aí nos comentários a opinião de vocês também! E quem souber/quiser, vou ficer feliz com indicações de outros livros da Agatha Christie!
🙂

Youtube – Facebook – Instagram – Pinterest – Skoob – Twitter – Tumblr – Goodreads –Bloglovin
Conheça meu conto!
Anúncios

Um comentário sobre “RESENHA: UM CORPO NA BIBLIOTECA (AGATHA CHRISTIE)

  1. Oi, Gabi! Antes de tudo, parabéns pelo blog! Eu gosto muito da Agatha Christie e já li a maioria dos livros da sua coleção. Claro, alguns são excelentes, outros nem tanto, mas não achei nenhum realmente ruim. Concordo com você no que diz respeito a Miss Marple. Ela é uma profunda conhecedora da alma humana e consegue, por isso, deduzir motivações a partir dos detalhes mais sutis. Mas o seu método, ou a falta dele, não é mesmo dos mais empolgantes. Por isso, os livros de Miss Marple são os meus menos preferidos. Já o Hercule Poirot é outra história. Ele é um detetive mais tradicional, investigativo, cuja maior arma é sua “massa cinzenta”. Eu até prefiro ele ao Sherlock Holmes. Se você ainda não leu um livro dele, sugiro experimentar. Seguem algumas sugestões: “O Assassinato de Roger Ackroyd”, “Os Crimes ABC”, “Assassinato no Expresso do Oriente” (muito conhecido pela versão cinematográfica) e “Morte no Nilo” (também virou filme se não me engano). Um grande abraço!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s