A CULTURA DO ‘POSSO TUDO’

Desde que o mundo é mundo existem pessoas imbecis, todos sabemos. Mas com a internet por aí aconteceu um empoderamento da escrotidão. Não é difícil achar, entra aí no site do G1 e afins e dá uma olhada nos comentários, entra num instagram de um famoso ou dê uma olhada em vídeos no youtube.
Tem hater em todo lugar. A gente vive uma cultura de ‘na internet pode tudo‘ e as pessoas se soltam se achando muito fodonas para falarem o que bem entendem, sem se importar com ofensas, falta de respeito e educação. É simplesmente ‘eu vou ali e falo o que eu bem entender‘.
Normalmente essa prática anda muito muito ligada ao fato de que hoje em dia nós convivemos com pessoas mimadas e criadas como se o mundo girasse ao seu redor. Entrei no vídeo, site, foto e não vi o que eu queria? Não escutei minha própria opinião repetida? A fulana parece tá melhor que eu? Bora ofender, criticar e diminuir.
Não existe interpretação de texto, avaliação do que foi falado. Ninguém para um minuto para pensar. É simplesmente ‘fodase não é o que eu esperava, então você vai enfrentar minha ira’.
Eu já estou bem acostumada a ver e a lidar com isso nas minhas mídias sociais. Mas hoje passou dos limites, até por isso resolvi escrever esse texto. No meu vídeo ~polêmico sobre minha profissão já vi os mais variados comentários. Desde elogios até choramingos de gente ardida porque não ouviu o que queria. Até então ok, mas aí hoje me deparei comE depois dizem que não se compra diploma…”

WTF!?

WTF!?

O que eu posso ter feito para uma pessoa que nunca me viu ir destilar seu veneno e liberar seu ódio!? Fiquei passada. É só um vídeo falando sobre meu curso, FIM! Não me deixou triste, nem com raiva, nada disso, só fiquei passada mesmo. Passada com o tanto de gente sem noção, mal educada e grosseira que existe por aí querendo diminuir o outro.

Quanta pobreza de espírito!

Ainda nessa pegada vejo uma outra ‘cultura’ que anda muito próxima a dos haters. É a cultura do ‘beijinho no ombro’ e do recalque. Pessoas que acham que tudo é inveja e que elas são maravilhosas demais e o mundo vive de cobiça e inveja de cada uma. Em vez de se virar contra o mundo (como os haters), são pessoas que acham que o mundo está contra elas. Tipo, HEIN?

É uma mania mais ligada às mocinhas por aí, que acham que todo mundo é inimiga. Acho isso ótimo. Claro amiga, você tá cheia de ~inimigas, rs. Crítica vira recalque, piada vira recalque, toque de amiga vira recalque, tudo vira recalque. É uma geração que se acha demasiada importante e invejada, por que exatamente é a pergunta que fica. Porque na real quase todo mundo leva mais ou menos a mesma vida, OU SEJA.

E ainnnda nessa onda tem o último tipo da geração ‘posso tudo’ que são os YOLO. O ‘you only live once‘ virou lema de vida e com isso desculpa pra fazer o que bem entender sem se preocupar com o outro. Sacanear com amiga, prejudicar no trabalho, ferrar na faculdade, vacilo com a turma, viraram ‘estou aproveitando minha vida a cada segundo‘. Tudo é justificado. Grosseria e estupidez virou ‘personalidade forte’, mancadas gerais virou ‘só faço o que quero’, vacilo virou ‘estou me permitindo viver’ e por aí vai.

Eu só lamento. É trsite de ver isso tudo e mais triste ainda ver tanta achando que realmente é rei do mundo, mas não.

Eu acredito em uma coisa: antes de falar/fazer pense o seguinte: EU GOSTARIA DE OUVIR ISSO? GOSTARIA QUE FIZESSEM COMIGO? Ai você decide se faz/fala ou não. Se cololocar no lugar é um excelente termômetro e já passou da hora das pessoas aprenderem isso.

Assim como muita gente, eu também tenho meu lema de vida. É o seguinte: QUEM É FELIZ NÃO ENCHE O SACO. Então eu desejo toda a felicidade do mundo para todos, assim vivo na suavidade e todo mundo também. Seria bom, não é?
Eu não ando por aí enchendo o saco alheio. Reflita se você anda, se sim, vai ser feliz que passa.
#oultimojuro
🙂

Youtube – Facebook – Instagram – Pinterest – Skoob – Twitter – Tumblr – Goodreads –Bloglovin
Conheça meus contos!
Wattpad – Widbook – Amazon
Anúncios

2 comentários sobre “A CULTURA DO ‘POSSO TUDO’

  1. nossa, e eu achei que fosse a única que nunca teve e nem entendeu direito o conceito de “inimiga”. Inimiga do que, gente? Invejinha da minha vida mais normal de todos os tempos? hm. acho que não.
    Agora, os comentários nas notícias do G1 são um show de horrores. Toda vez que me atrevo a ler perco totalmente a esperança na raça humana. Não tem como aquilo tudo ter sido escrito por seres pensantes. Só nos resta lamentar mesmo..

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s