RESENHA: O ASSASSINATO DE ROGER ACKROYD (AGATHA CHRISTIE)

Olá, pessoal!

Na resenha dessa semana falei sobre um dos meus gêneros favoritos: Romance policial! O livro é um clássico e o primeiro best seller da rainha do crime!

#oultimojuro

:)

FacebookInstagramTwitterYoutubeSkoobGoodreads – Snapchat: gabriela.bzp

Conheça meus contos:

O véuA Biblioteca do Mediterrâneo

BATALHA DE DISTOPIAS

Para fechar minha saga ‘lendo a trilogia de distopias clássicas’, fiz um vídeo comentando todas elas e comparando com uma mais moderninha, ‘Jogos Vorazes’. Para facilitar vou deixar todas as resenhas e o vídeo de comentários por aqui!

#oultimojuro

:)

FacebookInstagramTwitterYoutubeSkoobGoodreads – Snapchat: gabriela.bzp

Conheça meus contos:

O véuA Biblioteca do Mediterrâneo

RESENHA: 1984 (GEORGE ORWELL)

Aproveitando o último post e o assunto ainda fresco, resenhei ‘1984’ lá no canal!

E em breve terá ‘Admirável mundo novo’ e um vídeo comentando os clássicos distópicos! Se você ainda não é inscrito aproveite para se inscrever, pois vem muita coisa por aí!

 

#oultimojuro

🙂

FacebookInstagramTwitterYoutubeSkoobGoodreads – Snapchat: gabriela.bzp

Conheça meus contos:

O véuA Biblioteca do Mediterrâneo

O LIVRO DE 8 ANOS

AE! Finalmente vim falar sobre esse livro por aqui, rs.

Bom, acho que quase todo mundo já sabe bem da história, não é? Um livro que conheci na graduação, em 2007, através do filme, que me apaixonei e fui ler, mas não consegui acabar.

Entrava e saia ano e nada de eu finalizar, até que decidi que a edição estava sendo o problema, mudei e finalmente, terminei. É o resumo da ópera.

IMG_0385

Mas não vim aqui para resenhar nem falar do quando, vim aqui para falar de como foi esse vai e vem. É engraçado que esse livro sempre esteve como prioridade nas minhas listas e sempre que eu tomava uma decisão de mudar radicalmente algo, ele estava ali no topo das mudanças. ‘Agora acabo.’

IMG_0396

Ele me serve de exemplo para perceber como somos voláteis e nos deixamos levar. Rapidamente eu deixava esse projeto principal de lado e ia me aventurar por outras páginas. Até que esse ano eu decidi que não iria passar, comprei outra edição e me dediquei. Talves eu não estivesse com a cabeça legal para aproveitar antes, talvez tenha sido pura preguiça, mas sei que curti o momento e foi uma leitura muito bacana.

IMG_0408

Esse foi o segundo livro ‘odisséia’ que finalizei esse ano. Antes foram as ‘Crônicas de gelo e fogo’, que também era um projeto a ser terminado. Confesso que quando virei a última página me deu um certo vazio e agora fiquei sem nenhum desafio como foi o meu ‘O nome da rosa’.

Claro que minha estante está cheia, então creio que logo vai aparecer mais uma prioridade que vai ser deixada de lado varias vezes, rs. Muita gente me perguntou por que eu demorei tanto, muitos disseram que haviam lido esse livro em uma semana, que era para eu largar mão porque eu não estava gostando, enfim, mil coisas. Mas cada um tem sua história e essa é uma das minhas. Que graça tem dizer que leu em 2 dias? É uma vaidade e é bem legal ler um livro rapidinho, todo mundo quer, mas não me envergonho da minha vagareza.

Li esse livro dos mais diversos jeitos, com a cabeça cada hora em uma fase, em momentos diferentes. Li mil vezes os mesmos trechos e a cada uma pensei sobre algo diferente e mesmo assim nunca quis abandonar. Significa algo, não?

IMG_0389

Sei que agora tenho com toda certeza mais um livro pra dizer que é ‘da vida’ e acho que é mais ou menos dessa forma que a gente acha essas obras que ganham um espaço diferenciado.

Fiquei feliz por ter terminado esse desafio e agora quero outros. Acho que nada motiva mais. Então deixo isso para cada um de vocês: se concentre em terminar algo que anda abandonado por aí. Vale a pena!

Para quem quiser saber mais, deixo a resenha:

#oultimojuro

🙂

FacebookInstagramTwitterYoutubeSkoobGoodreads – Snapchat: gabriela.bzp

Conheça meus contos:

WattpadAmazon

 

NOVO BLOG + RESENHA NOVA NO CANAL!

AEAE!

Viram que o blog está de cara nova, né? O antigo estava com alguns probleminhas e então já aproveitei que não estava dando certo e migrei para o wordpress! O que vocês acharam? Aqui o layout ficou mais clean e tem algumas coisinhas a mais, espero conseguir ir melhorando aos poucos 😀

Enquanto isso, lá no canal as coisas voltaram a se movimentar também! Já viram a resenha nova? Falei um pouco sobre ‘Fahrenheit 451‘, um dos melhores livros que li esse ano! Dá uma olhadinha:

Espero que vocês gostem como eu gostei! Vou tentar voltar a postar toda semana. Já tenho alguns vídeos gravados, vamos ver se dá tudo certo!

 

#oultimojuro

🙂

FacebookInstagramTwitterYoutubeSkoobGoodreads – Snapchat: gabriela.bzp

Conheça meus contos:

WattpadAmazon

ESPECIAL ‘CRÔNICAS DE GELO E FOGO’ (CHEIO DE SPOILERS!)

ESPECIAL CRÔNICAS DE GELO E FOGO!
AEAE!



Voltando para o blog, rsrs. Gente fiquei distante, mas por uma boa causa: ESTAVA TERMINANDO ESSA SÉRIE INFINITA! (de ler, de filmar e de editar)
E agora que acabei vim aqui para falarmos sobre essa loucura toda, que isso!

Fiz um vídeo especial, mas achei que ainda faltava algo. ENTÃO BORA TOCAR O BARRACO!
Não que precise, né, mas aviso aos navegantes: SÓ VAI TER SPOILER NESSE POST!

PRECISO FALAR GENTE, VAMOS CONVERSAR…
O que dizer de uma série em que o primeiro personagem que você identifica como principal morre no livro 1 de 5? AMOR DEFINE, AMOR NEGRO, MAS AMOR.

Li o primeiro livro toda ‘spoileada’ dos acontecimentos, pois já tinha visto a série, aí parei e foquei nos livros. Depois de um século… AQUI ESTOU EU.

Fazendo um rápido resumo, vou passar pelos momentos mais dramáticos até chegarmos onde realmente importa: DANÇA DOS DRAGÕES E MORTE DE JON SNOW, !

MAS CALMA, DEVAGAR.



Vamos começar lá do ‘Fúria dos Reis’. Onde já começa a preparação para o perrengue do ‘Tormenta de espadas’. A história começa a dar o formato de treta com os cinco reis, Tyrion indo ser mão do retardado do Joffreye arrumando a casa lá.
A coisa fica feia, o Renly morre (chapei, gostava dele!), Brienne fica miguxa da Catelyn (curti a parceria) e o Stannis vai para o lado vermelho da força de vez. A coisa ferra mesmo quando o Theon decide que vai mostrar pra todo mundo que é macho e trai os Stark tudo: toma Winterfel e ferra geral (idiota!).
No norte Jon Snow vai com o Comandante Mormont fazer uma patrulha além da muralha para dar uma olhada no tal do Mance Rayder, que se diz rei.
Daenerys fica andando para lá e para cá nas cidades livrestentando a ajuda de alguém. No final ela quebra tudo com seu dragão na casa dos feiticeiros e sai fugida de Qarth.

Já no ‘Tormenta de espadas’ a coisa já começa tretada. Catelyn faz merda e solta Jaime e ai começa a zuera. Ele perde a mão (TENSO, HEIN?) e fica brother da Brienne (curti a parceria também). Daí a coisa fica frenética: Robb sai ganhando tudo que vê na frente e parte pro Casamento Vermelho. Claro que ele é um idiota honrado igual ao pai e MORRE. É tenso, é do nada e é bruto (fiquei chocada nessa parte). Enquanto isso a Irmandade sem Estandarte sai causando no Tridente (com Arya junto!), destaque para os ótimos Beric Dondarrion e Thoros de Myr. Ao mesmo tempo tem também a  Batalha do Água Negra, Tyrion sem nariz e no fim Casamento em Porto Real e FINALMENTE ADEUS JOFFREY! PQP FINALMENTE! MORRE DIABO!

Em algum momento do livro tem o Bran e o Sam se encontrando e o mãos frias (QUEM CONSPIRA QUE MÃOS FRIAS É BENJEN STARK TOCA AÍ) levando o Bran pro tal Corvo de três olhos, com os irmãos Reed e Hodor.
Tyrion mata o pai (ACHEI FOI POUCO) e aí acaba tudo no climão.
E PERAI QUE TEM JON SNOW COMANDANTE TAMBÉM! Agora acabou.
No finalzinho, como é de praxe, Martin causa novamente e CATELYN VIVA! EITA PORRA.

Então saímos dessa loucura bombástica que é o terceiro livro e caímos na monotonia do ‘Festim dos corvos’. Muita gente achou o livro chato, eu não achei não. É um livro bemm mais parado, principalmente comparando com o ‘Tormenta’, mas tem seus pontos positivos…
Curti esse livro porque ele fala mais sobre os Greyjoys que no final das contas se tornaram uma das minhas casas preferidas. Todo mundo lá é macho, é da treta, é das armas e causa, quão legal?
Curti também pela pegada da Cidadela lá, com o prefácio e epígrafe super misteriosos deixando no ar até agora o que pode significar… TÔ BEM CURIOSA COM ESSA HISTÓRIA!

Mas enfim, o quarto livro é morte de Balon Greyjoy, Euron olho de corvo causando e sendo rei das Ilhas de Ferro, Sam no navio sem saber o que fazer, Meistre Aemon morrendo (NÃAAAAOOOO, CHATIADA!), Cersei fazendo o que ela faz de melhor: se achando a foda, fazendo cagadas que ela acha brilhantes e botando lenha na própria fogueira (BURRA!). Brienne andando, andando, andando (VOCÊ VIU MINHA IRMÃ? afs…). Jaime começando a pegar raiva de todo mundo (ADORO! Amei essa evolução de personagem!).
Sansa e Mindinho nas tramóias, um pouco mais do Dorne (CURTI TAMBÉM, HEIN?) e daquela mulherada sexy, causaria, quente, das areias, pavio curto, COMO NÃO AMAR TAMBÉM?
A tchonga da Arianne Martell vai lá achando que vai dar o golpe histórico e o máximo que consegue é arrancar a orelha da Myrcella. Ai várias revelações, ela iria casar com Viserys (RIP) e o irmão com Daenerys.
Tem um pouco da Arya lá na pqp na casa do Deus de muitas faces aprendendo as manhas da vida e ficando cada vez mais espertinha. No final fica cega e PÁ! E AGORA?

E AÍ MINHA GENTE EIS QUE CHEGAMOS AO PONTO!
DANÇA DOS DRAGÕES!
No geral gostei muito do quinto livro, mas achei ele meio arrastado. O Martin não quis deixar alguns personagens de lado, mas também não conseguiu desenvolver tão bem suas histórias. O maior exemplo é a Daenerys, mesmo. A história dela é parada e praticamente sem acontecimentos até o episódio do dragão… Mas vamos com calma.



ENTÃO que já comecei esse livro pensando É HOJE, AGORA VAI, tentando maquiar o fato que ainda tem mais dois para sair…
A história foca muito em Jon Snow (AMOR ETERNO, AMOR VERDADEIRO), e sua gestão como Senhor Comandante da patrulha da noite, causando com todo mundo, trazendo os selvagens para Westeros e criando inimizades com todo mundo.
Enquanto isso ainda no núcleo frio do livro, Bran começa a aprender os esquemas dos sonhos verdes e os ensinamentos dos Filhos da Floresta. Na verdade considero esse o núcleo central da história do Martin, que são os Outros, a Muralha e os Filhos da Floresta. Esses capítulos do Bran são maravilhosos, com ele tendo as visões e enxergando como os represeiros. Todo o lance do tempo que se desfaz com ele vendo passado e presente… LOUCO.
Ainda no frio tem Stannis indo para Winterfell pra tomar o castelo dos Bolton (pai e filho). Alias que o filho, Ramsay, transformou Theon em Fedor, fez uma tortura psicológica no rapaz e deixou ele surtado. (No começo achei pouco, mas depois fiquei com dó… ótima evolução de personagem também!).

Indo para as Cidades Livres, tem Tyrion fugido descobrindo mais um Targaryen (OI?) e se ferrando depois. É seqüestrado por Jorah Mormont e eles se ferram juntos até o fim do livro.
O Targaryen descoberto é o filho do Príncipe Rhaegar (ou seja sobrinho da Dany). Ele cansa de ficar na espreita e convence a galera dele a voltar pra Westeros e comer pela bordas por lá.

Dany ta lá em Mereen (zzzz) na mesma de sempre: ‘quero ir embora, mas preciso ficar, mas quero ir, mas não posso, mas quero ir, mas e meus libertos…’. Aquela enrolação… no final ela casa com o nobre lá, seu dragão aparece, ela foge nele, mas é encontrada.

Cersei se ferra, consegue ser liberta do cativeiro que estava presa e no final mostra que conseguiu não deixar a/o Montanha (aka Gregor) morrer (FOI DRAMÁTICO ISSO).
ENTÃO VAMOS PARA O FIM DAS CONTAS:
JON SNOW MORRE! Ele é esfaqueado por seus próprios companheiros (A MELISANDRE AVISOU! IDIOTA!).
Mas o que eu acho? Acho que ele não vai morrer… é quase óbvio isso, né? Não faria sentido nenhum toda essa trajetória que o Martin traçou com os selvagens e a patrulha para simplesmente matar ele. Porque se ele morrer começa uma treta na Muralha e ou os selvagens vazam ou se espalham por Westeros, o que não seria muito significativo em nenhum caso.
Acho que pode ser que a Melisandre tenha feito algum esquema(tipo do Mance Rayder) ou alguém salva ele… NÃO ACEITO!
Brienne está viva. Outra coisa que eu também já imaginava, pelo mesmo motivo acima. A trajetória seria inútil e estúpida caso ela morresse. Agora resta saber o que ela vai fazer com Jaime. Não acho que vai ser matar também, acho que agora vai ter uma grande reviravolta mesmo. Aposto num Jaime meio justiceiro!
Varys assassino! A cena final dele matando Kevan Lannister mostra que ele quer mesmo é que o circo pegue fogo. É fato que ele está contra o reinado Lannister e vai apoiar a causa do ‘menino Targaryen’.
Estou muito curiosa sobre o futuro do Bran, quero ver se ele vai conseguir trocar de pele com outros animais e, por que não, um dragão? QUEM SABE HEIN?
Quero saber qual a treta lá na Cidadela e o que vai ser do Sam.
A Dany é um personagem que eu estou na espera de uma evolução. Nos dois primeiros livros ela cresceu muito, mas depois ficou só no mais do mesmo… QUERO DRAMA, MARTIN!
Estou curiosíssima pelos próximos acontecimento no Norte. Toda essa pegada de ‘o Norte se lembra’, eu acredito muito em uma rebelião ou algo do tipo e torço para que aconteça!

Acho que esses são os comentários que eu mais queria ter feito. De resto fica meio imprevisível e ofuscado pelo principal, né? Com o Martin a gente nunca sabe…

Parece que é fato que a série vai ultrapassar os livros e seremos spoileados com os próximos acontecimentos. Eu entendo que para a TV fica difícil de esperar, por uma série de fatores, mas não concordo. Acho que deveriam ter previsto isso e tentado evitar. Mas já que é inevitável eu já tomei a decisão de não assistir a série antes dos livros. Prefiro ler! E outra, já esperei tanto tempo pra assistir que agora posso ver as 4 primeiras e esperar o resto, hahaha.


E vocês? O que acharam de tudo isso? Concordam comigo? Têm outras teorias? Hahaha.

🙂

Youtube – Facebook – Instagram – Pinterest – Skoob – Twitter – Tumblr – Goodreads –Bloglovin

Conheça meu conto!

RESENHA: UM CORPO NA BIBLIOTECA (AGATHA CHRISTIE)

AE!
Essa resenha tá bem atrasadinha aqui no blog, né?
Masss, antes tarde do que nunca! 
Um corpo na biblioteca (Agatha Christie)
Sinopse (bem) rapidinha: Esse é mais um livro da Agatha Christie com sua detetive amadora Miss Marple. Nessa história um corpo de uma bela jovem completamente desconhecida é encontrado enforcado na biblioteca dos Bantry, amigos íntimos de Miss Marple. A fim de entender o crime e não deixar a culpa cair em seus amigos ela e a curiosa Sra. Bantry começam a investigar o caso.
NOTA: 3   
             
PONTOS FORTES: Resenhar livros policiais é sempre complicado, preciso falar, mas não posso falar, rsrs. Mas enfim, o livro é um clássico investigativo, simples, curto e rápido de ler. Acho que para quem não tem o hábito é um bom livro para se começar. É uma trama simples e leve!
PONTOS FRACOS: Já tinha comentado aqui que eu não gostava tanto de Agatha Christie como gosto de Sir Conan Doyle, né? E até que eu tinha pagado a língua com ‘O caso dos dez negrinhos’, mas esse livro me trouxe esse sentimento mais uma vez… Achei a história muito fraca! O mistério totalmente sem graça e sem surpresas, por isso disse que é um bom livro para quem não está acostumado com o gênero, porque quem curte e já lê muito policial, acredito que vai se decepcionar!
Dou destaque na minha crítica para Miss Marple! Foi a primeira história que li com ela, mas não gostei da personagem! Ela simplesmente sabe de tudo sem nenhum esforço, sabe porque compara com outras situações já vividas (normalmente que envolvem fofoca e vida alheia) e consegue solucionar tudo! Não é um Sherlock Holmes, entende? Que é um cara genial, que estuda, tem um método e tals… Achei forçado demais, ela sabe de tudo desde que bate o olho na vítima e mal se envolve na história… hein?
O QUE MAIS GOSTEI: No geral achei um livro bem pobre. Gostei da Sra. Bantry, achei ela engraçada e o alívio do livro. Os detetives são sem graça e previsíveis, o resto dos personagens também… Então não tem muito o que dizer!
O QUE MAIS: Fiquei meio decepcionada e com gosto amargo com a autora, mas acho que mais pra frente darei novas chances! Haha.
A edição é um problema a parte para falar… Cheguei até a mandar um tweet para a Editora Nova Fronteira, essa edição está péssima! Cheia de erros de digitação, cheia MESMO! Do meio para o fim cheguei até a marcar os erros e anotar as páginas, foram mais de dez! Pode parecer bobeira, mas acho que editoração é coisa séria e o produto não é barato! Os erros são reflexo de um trabalho desleixado e ninguém tem que pagar para ver isso (ah, eles nem me responderam, viu?).
No restante a edição é ótima! Dá até dó, pois a capa é bonita, a apresentação geral é boa, diagramação, letra, tudo ótimo! Ah, todos os livros dessa coleção são capa dura!
TÉCNICOS: Um corpo na biblioteca
Agatha Christie
Editora Nova Fronteira

Média de preço: R$16 (online) R$35 (livrarias)
Então é isso, gente! Deixem aí nos comentários a opinião de vocês também! E quem souber/quiser, vou ficer feliz com indicações de outros livros da Agatha Christie!
🙂

Youtube – Facebook – Instagram – Pinterest – Skoob – Twitter – Tumblr – Goodreads –Bloglovin
Conheça meu conto!